N Engenheiros
Ciclismo: pelotão da Volta ao Algarve 2017 ganha forma

Primeiras 18 equipas já estão confirmadas para a edição 43 da Volta ao Algarve em bicicleta.

Vidreira Louletano

Infiltração Zero

O pelotão da 43.ª edição da Volta ao Algarve começa a ganhar forma, sendo já conhecidas 18 das equipas que vão pedalar no Sul de Portugal, entre 15 e 19 de fevereiro de 2017.

A organização, a cargo da Federação Portuguesa de Ciclismo, reserva lugar para as seis equipas continentais portuguesas que, previsivelmente, irão constituir-se para a época de 2017.

Além das formações lusas, garantiram já a presença 12 equipas, oriundas de quatro continentes e de nove países: África do Sul, Alemanha, Bélgica, Cazaquistão, Colômbia, Espanha, Estados Unidos da América, Rússia e Suíça.

Destacam-se, entre as primeiras equipas confirmadas, sete blocos do WorldTour, a primeira divisão mundial do ciclismo: Astana, Bora-hansgrohe, Cannondale-Drapac, Dimension Data, Katusha-Alpecin, Lotto Suudal e Quick-Step Floors.

Estão também confirmadas quatro equipas de categoria Continental Profissional: a belga Wanty-Groupe Gobert, vencedora do ranking UCI Europe Tour em 2016, a Gazprom-RusVelo, principal equipa de ciclismo da Rússia em 2017, a espanhola Caja Rural-Seguros RGA, que tem nas fileiras o português Rafael Reis, e a colombiana Manzana Postobón, que conta com o luso Ricardo Vilela e que é um emblema, em toda a América Latina, da mensagem por um ciclismo ético.

Dos Estados Unidos da América vai chegar a Continental Rally Cycling, equipa que todos os anos compete em Portugal e que assegurou a presença na Volta ao Algarve de 2017 por ser um conjunto que vence frequentemente nas corridas lusas em que participa.

O pelotão da 43.ª Volta ao Algarve ainda não está fechado, decorrendo contactos com equipas das categorias WorldTour e Continental Profissional, prevendo-se que a corrida volte a ter à partida 24 coletivos, número alcançado em 2016.

O percurso definitivo da competição será conhecido nos próximos dias, sabendo-se já, contudo, o perfil genérico das etapas. A primeira vai ligar Albufeira a Lagos, sendo uma viagem propícia para um final ao sprint. Segue-se uma tirada entre Lagoa e o Alto da Fóia (Monchique), onde os pretendentes ao triunfo final terão de aplicar-se a fundo. Ao terceiro dia vai disputar-se um contrarrelógio individual de 18 quilómetros, em Sagres. Os sprinters terão nova oportunidade na quarta etapa, que ligará Almodôvar a Tavira. A quinta e última tirada começa no centro de Loulé e termina na curta mas inclinada subida para o alto do Malhão.

 

Equipas confirmadas

WorldTour: Astana (CAZ), Bora-hansgrohe (GER), Cannondale-Drapac (EUA), Dimension Data (RSA), Katusha-Alpecin (SUI), Lotto Suudal (BEL) e Quick-Step Floors (BEL).

Continental Profissonal: Caja Rural-Seguros RGA (ESP), Gazprom-RusVelo (RUS), Manzana Postobón (COL) e Wanty-Groupe Gobert (BEL)

Continental: seis equipas portuguesas e Rally Cycling (EUA)

 

Ademar Dias

ÚLTIMAS

Há: 1 dia

Há: 2 dias

 

Localização

Rua dos Pelames - Terminal Rodoviário, 1º Andar 8800 Tavira, Portugal

 

 

 

 

 

Contactos

Telefone: +351 281 380 240

Emails:

Geral: horizontealgarve@gmail.com

Secretaria: horizontesecretaria@gmail.com

Redação: horizontenoticias@gmail.com

 
Zircon - This is a contributing Drupal Theme
Design by WeebPal.