N Engenheiros
Concessões de nacionalidade recuaram na UE e em Portugal em 2017

O número de pessoas de países terceiros que adquiriram nacionalidade num Estado-membro da União Europeia (UE) recuou 17% de 2016 para 2017 na média europeia e 28% em Portugal, segundo dados divulgados pelo Eurostat.

 

Vidreira Louletano

Infiltração Zero

O número de pessoas de países terceiros que adquiriram nacionalidade num Estado-membro da União Europeia (UE) recuou 17% de 2016 para 2017 na média europeia e 28% em Portugal, segundo dados divulgados pelo Eurostat.

No total, 825 mil pessoas adquiriram nacionalidade num dos 28 Estados-membros, um número em baixa face às 841 mil do ano anterior.

Portugal é um dos 13 Estados-membros que acompanham a tendência da UE, com o número de pessoas a quem foi conferida nacionalidade a recuar 28%, para as 18.022.

Em Portugal, a maioria das nacionalidades foi concedida a brasileiros (33,8%), seguindo-se cabo-verdianos (14,4%) e ucranianos (10,6%).

Na média da UE, Marrocos (8,2%) foi o principal país de origem dos novos cidadãos europeus, seguindo-se a Albânia (7,1%) e a Índia (3,8%).

 

Ademar Dias

ÚLTIMAS

Há: 1 dia

Há: 2 dias

Há: 4 dias

Há: 5 dias

 

Localização

Rua dos Pelames - Terminal Rodoviário, 1º Andar 8800 Tavira, Portugal

 

 

 

 

 

Contactos

Telefone: +351 281 380 240

Emails:

Geral: horizontealgarve@gmail.com

Secretaria: horizontesecretaria@gmail.com

Redação: horizontenoticias@gmail.com

 
Zircon - This is a contributing Drupal Theme
Design by WeebPal.