N Engenheiros
'Era uma vez em… Louléwood”: Mundo do Cinema vai ser tema do Carnaval de Loulé

A cidade de Loulé prepara-se para um dos seus principais eventos – o Carnaval –, nos dias 23, 24 e 25 de fevereiro, o mais antigo corso do país sai para a rua, este ano com o tema “Era uma vez em… Louléwood”.

 

Vidreira Louletano

Infiltração Zero

A cidade de Loulé prepara-se para um dos seus principais eventos – o Carnaval –, nos dias 23, 24 e 25 de fevereiro, o mais antigo corso do país sai para a rua, este ano com o tema “Era uma vez em… Louléwood”.

O cinema é o mote para mais uma festa com 14 carros alegóricos, 11 grupos de animação representados por associações do concelho, 3 escolas de samba, bailarinas de corpos pintados, animadores, fanfarras, cabeçudos, gigantones e muito mais, num total de cerca de 600 figurantes que irão desfilar ao longo da Avenida José da Costa Mealha.

Algumas películas marcantes da história da sétima arte estarão em destaque e as suas principais personagens vão confundir-se com figuras da política nacional e internacional, do desporto ou da vida social, que protagonizaram momentos mediáticos nos últimos meses. A sátira volta a ser o ingrediente preferido dos artistas que idealizaram o corso e estão garantidos momentos hilariantes em pleno “sambódromo louletano”.

Dois super-heróis da Banda Desenhada irão defrontar-se numa luta contra as alterações climáticas: de um lado, o “Capitão Trampa” (Donald Trump), o grande produtor de petrodólares, responsável por uma fatia significativa da poluição mundial, após ter rasgado o compromisso assumido no Acordo de Paris para a redução das emissões de CO2; do outro lado, o grande defensor do Planeta, o líder da ONU, António “Gulkterres”, aqui representado pela imagem do Incrível Hulk, o gigante verde que com a sua força defende o futuro da Terra.

A sátira ao Brexit, um dos episódios mais marcantes da atualidade política internacional, não podia faltar no mais importante corso da região, até pelo número significativo de residentes britânicos no Algarve e no concelho de Loulé. O Primeiro-Ministro Boris Johnson encarna em Loulé o famoso detetive de romances policiais, Sherlock Holmes, que procura, com sucesso, descobrir não um crime mas um acordo de saída do Reino Unido da União Europeia. Neste filme rodado em terras da sua Majestade não faltam duas atrizes secundárias: a anterior Primeira-Ministra britânica, Theresa May, e a chanceler alemã, Angela Merkel, que representa a grande força da Europa.

Em território nacional, ou antes em águas portuguesas, o destaque vai para o “Pirata das Caraíbas”, em que o protagonista não será o ator Johnny Depp mas sim o Ministro das Finanças, Mário Centeno - o Jack Sparrow da Ribeira do Cadoiço -, que tenta controlar os “ataques” às finanças do país.

As bandas desenhadas invadiram nos últimos tempos o cinema e vão invadir também o Carnaval de Loulé. Num dos carros alegóricos, os super-heróis são comparados aos políticos da “Geringonça” que nos últimos quatro anos sustentou a governação política em Portugal: o “Super-Costa”, o “Jerónimo Thor” e a “Catarina Wonder Woman”. Com os seus super-poderes, este trio conseguiu dar a volta à crise em que o país estava mergulhado, resgatando a confiança dos portugueses na política e na economia nacional.

“Jesus sambou no Flamengo” é o nome da película que retrata a aventura do treinador Jorge Jesus no Brasil, no comando técnico do clube carioca Flamengo, que naturalmente inspirou os criativos deste Carnaval. Depois de “ter passado” pelo corso louletano quando estava ao serviço do Benfica e do Sporting, Jesus regressa vestido com as cores do “Mengão” e com uma Taça dos Libertadores da América na mala. Futebol, samba, sol são temáticas presentes neste carro alegórico onde é também feita uma alusão ao filme de animação “Rio”, protagonizado por uma arara azul que é levada de uma floresta próxima do Rio de Janeiro para os Estados Unidos.

Mas muitos outros episódios mediáticos serão projetados neste ecrã gigante que é a Avenida José da Costa Mealha, uma sala de cinema perto de todos os que gostam da folia carnavalesca e que irão aproveitar uma passagem por Loulé para umas miniférias.

Refira-se que o evento continua a ter o carimbo EcoEventos que premeia o desempenho ambiental, nomeadamente pela utilização de copos de papel 100% biodegradáveis, reutilizáveis e compostáveis, que serão distribuídos pelos bares existentes no recinto, numa clara aposta na redução do plástico no recinto.

Quem quiser encarnar da melhor forma o espírito folião e cinematográfico poderá alugar um fato de Carnaval na Loja do Carnaval que abre as portas a partir de 7 de fevereiro, na Rua 1º de Dezembro (ao lado da Estação dos Correios). A loja funciona no seguinte horário: de segunda a sexta-feira, das 10h00 às 19h30, e aos sábados, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h30.

Os bilhetes para o Carnaval mantêm o valor de 2 euros, tal como a componente solidária: as verbas arrecadadas serão distribuídas por instituições particulares de solidariedade social do concelho e pelas coletividades que participarão nos grupos de animação do corso louletano.

Num programa que pretende dinamizar a cidade e o concelho de Loulé nestes dias tão importantes para combater a sazonalidade do turismo algarvio, a Câmara Municipal de Loulé leva a cabo um programa com diversas atividades desportivas, recreativas e culturais, com destaque para o Carnaval Infantil, que sai para a rua no dia 21 de fevereiro, sexta-feira, e o Baile de Gala com o tema “Grandiosa Estreia em Louléwood”, que este ano irá decorrer no Salão de Festas de Loulé, na noite de 24 de fevereiro, segunda-feira.

 

Ademar Dias

ÚLTIMAS

Há: 13 horas

Há: 1 dia

 

Localização

Rua dos Pelames - Terminal Rodoviário, 1º Andar 8800 Tavira, Portugal

 

 

 

 

 

Contactos

Telefone: +351 281 380 240

Emails:

Geral: horizontealgarve@gmail.com

Secretaria: horizontesecretaria@gmail.com

Redação: horizontenoticias@gmail.com

 
Zircon - This is a contributing Drupal Theme
Design by WeebPal.