Festival Encontros do DeVIR traz peça 'Regresso à Palestina' ao Cine-Teatro Louletano

No âmbito da 4ª edição do Festival "Encontros do DeVIR", neste dia 13 de abril, pelas 21h30, o Cine-Teatro Louletano acolhe a inquietante peça de teatro “Return to Palestine” (Regresso à Palestina), pelo Freedom Theatre (da Palestina), juntando-se ainda a este formato a leitura do texto “Como arde o corpo de um inocente”, de Bruno Vieira Amaral, com ilustração em tempo real de Fidel Castro.

No âmbito da 4ª edição do Festival "Encontros do DeVIR", neste dia 13 de abril, pelas 21h30, o Cine-Teatro Louletano acolhe a inquietante peça de teatro “Return to Palestine” (Regresso à Palestina), pelo Freedom Theatre (da Palestina), juntando-se ainda a este formato a leitura do texto “Como arde o corpo de um inocente”, de Bruno Vieira Amaral, com ilustração em tempo real de Fidel Castro.

“Regresso à Palestina” resulta da partilha de histórias reais, de testemunhos num estilo sarcástico, cómico e trágico, contadas pelos habitantes dos campos de refugiados. É uma forma de denúncia que ajuda a resistir à segregação, à dureza que é viver sob a ocupação israelita na Palestina, uma realidade do “outro mundo”, em que os atores recriam com os seus corpos o espaço físico e emocional em que vivem, tão pequeno quanto a Palestina.

Jad, um Palestiniano nascido nos EUA, decide visitar a Palestina pela primeira vez na sua vida. Querendo saber mais sobre o seu povo e identidade, descobre que a realidade é muito diferente do que a que se vê nas notícias.

“Regresso à Palestina” foi criado no contexto de uma pesquisa e recolha de histórias, através da forma de teatro interativo Playback Theatre, em que os atores trabalham diretamente com as comunidades que fazem parte da Freedom Ride – iniciativa itinerante do Freedom Bus que viaja de comunidade em comunidade, partilhando histórias como forma de resistir a dureza que é viver sob a ocupação israelita na Palestina. Esta peça reúne histórias reais contadas por habitantes do Campo de Refugiados de Jenin, Fasayel, Campo de Refugiados de Dheisha, Mufaqara e Gaza.

A direção e dramaturgia deste espetáculo cabem a Micaela Miranda, a consultadoria artística é da responsabilidade de Nabil Al-Raee, a consultadoria musical é assinada por António Serginho, a coordenação da tour europeia está a cargo de Andy Cummins, a tutoria Playback Theatre é de Ben Rivers e a produção está por conta de Mustafa Sheta. O elenco é composto por Ahmed Tobasi, Amir Abu Al Rob, Ihab Talahmeh, Motaz Malhees, Raneen Odeh e Samah Mahmoud, contando ainda com os músicos Samer Abu Hantash & Nabil Al-Raee, e com Adnan Naghnaghiye na técnica e logística.

O Freedom Theatre é um teatro comunitário e centro cultural no Campo de Refugiados de Jenin, na parte norte da Cisjordânia ocupada.

O espetáculo tem a duração de 60 minutos, dirige-se a maiores de 12 anos e o bilhete tem um custo associado por pessoa de 5 euros, sem descontos aplicáveis.

A organização deste evento cabe ao DeVIR/CAPa, uma estrutura financiada pela República Portuguesa – Ministério da Cultura | Direção-Geral das Artes, numa iniciativa cofinanciada por 365 Algarve/Turismo de Portugal, Câmara Municipal de Faro, Câmara Municipal de Loulé e Câmara Municipal de Lagos, sendo o jornal “Barlavento” o parceiro media.

 

Ademar Dias

ÚLTIMAS

Há: 22 horas

Há: 1 dia

Há: 2 dias

 

Localização

Rua dos Pelames - Terminal Rodoviário, 1º Andar 8800 Tavira, Portugal

 

 

 

 

 

Contactos

Telefone: +351 281 380 240

Emails:

Geral: horizontealgarve@gmail.com

Secretaria: horizontesecretaria@gmail.com

Redação: horizontenoticias@gmail.com

 
Zircon - This is a contributing Drupal Theme
Design by WeebPal.