N Engenheiros
Há cada vez mais doentes não prioritários a recorrer às urgências

Entre 1 de janeiro e 25 de novembro, 43% dos episódios de urgência foram triados como não urgentes.

 

Vidreira Louletano

Infiltração Zero

O número de urgências com doentes não prioritários tem vindo a aumentar no último ano. De acordo com dados do Serviço Nacional de Saúde, entre 1 de janeiro e 25 de novembro, 43% dos episódios de urgência foram triados como não urgentes, mais do que em todo o ano de 2018.

Em Lisboa, a percentagem de doentes que devia ter sido tratada nos cuidados de saúde primários e não nos hospitais sobe para 50%. Já no Algarve, os doentes classificados como não urgentes corresponderam a 42% do total.

No Norte e no Alentejo, 39% dos que recorreram às urgências receberam uma pulseira azul ou verde, enquanto que no Centro, 34% dos doentes podiam ter sido tratados no centro de saúde.

De notar que estes números não incluem o período que tradicionalmente leva mais pessoas às urgências, a época do frio e das gripes e constipações. 

 

Ademar Dias

ÚLTIMAS

Há: 10 horas

Há: 18 horas

Há: 20 horas

 

Localização

Rua dos Pelames - Terminal Rodoviário, 1º Andar 8800 Tavira, Portugal

 

 

 

 

 

Contactos

Telefone: +351 281 380 240

Emails:

Geral: horizontealgarve@gmail.com

Secretaria: horizontesecretaria@gmail.com

Redação: horizontenoticias@gmail.com

 
Zircon - This is a contributing Drupal Theme
Design by WeebPal.