N Engenheiros
Novos pedidos para alojamento local diminuem 40%

Nos primeiros três meses deste ano foram registadas 3.291 novas unidades de alojamento local, menos 2.2249 do que em igual período de 2018.

 

Vidreira Louletano

Infiltração Zero

O número de novos registos de alojamento local (AL) está a abrandar. Nos primeiros três meses deste ano foram registadas 3.291 novas unidades, menos 2.249 do que no mesmo período de 2018. Os números são do Turismo de Portugal e representam uma quebra na ordem dos 40%.

A diminuição sentiu-se um pouco por todo o país, sendo que Lisboa é a cidade com maior expressividade. Na capital, entre janeiro e março, foram registadas 481 novas unidades de alojamento local, o que compara com 1.124 registados efetuados durante o período homólogo. A diminuição, neste caso, anda perto dos 60%.

“Esta quebra não só não assusta como até é saudável. É uma fase normal, verificou-se o que era previsível”, afirma Eduardo Miranda, presidente da Associação do Alojamento Local em Portugal (ALEP).

Contudo, também houve proprietários que, por vontade própria, decidiram suspender a licença de alojamento local. Foram cerca de 7.057 proprietários, ainda que não se saiba se essas casas voltaram para o arrendamento tradicional.

 

Ademar Dias

ÚLTIMAS

Há: 1 hora

Há: 23 horas

Há: 1 dia

 

Localização

Rua dos Pelames - Terminal Rodoviário, 1º Andar 8800 Tavira, Portugal

 

 

 

 

 

Contactos

Telefone: +351 281 380 240

Emails:

Geral: horizontealgarve@gmail.com

Secretaria: horizontesecretaria@gmail.com

Redação: horizontenoticias@gmail.com

 
Zircon - This is a contributing Drupal Theme
Design by WeebPal.