N Engenheiros
Portugal na média na reciclagem de plásticos

Apesar de alinhado com a média europeia na taxa de reciclagem de resíduos de plástico, papel e vidro são problema para Portugal.

 

Vidreira Louletano

Infiltração Zero

Portugal está alinhado com a média europeia na taxa de reciclagem de resíduos de plástico (42%), mas apresenta a pior taxa no papel e cartão (70%) e a terceira pior no vidro (58%), segundo dados do Eurostat referentes a 2016.

A União Europeia reciclou 42% de resíduos de plástico em 2016, face aos 38% do ano anterior, com Portugal alinhado com a média europeia mas um ponto percentual abaixo dos 43% de 2015, indicam os dados agora divulgados.

A União Europeia (UE) reciclou 42% de resíduos de plástico em 2016, face aos 38% do ano anterior, com Portugal alinhado com a média europeia mas um ponto percentual abaixo dos 43% de 2015, indicam os dados agora divulgados.

Os 'campeões' da reciclagem em 2016, com taxas de recuperação de resíduos de plástico acima dos 50%, foram a Lituânia (74%), o Chipre (64%), a Eslovénia (62%), a República Checa (59%), a Bulgária (53%), a Eslováquia e a Holanda (ambos com 52%) e a Suécia (51%).

No extremo oposto da tabela, com menos de um terço de embalagens de plástico recicladas estão o Luxemburgo (33%), a Hungria e a Irlanda (31% cada), França (26%), Finlândia e Estónia (25% cada).

No que respeita a embalagens de vidro, a média da UE foi de 74% de taxa de reciclagem, estando Portugal abaixo da média europeia com 58% e a terceira pior entre os Estados-membros para os quais há dados disponíveis referentes a 2016.

A Bélgica e a Eslovénia apresentaram, segundo o gabinete estatístico da UE, uma taxa de 100% de reciclagem de vidros, seguindo-se o Luxemburgo, com 98%.

A Hungria teve a pior prestação na reciclagem de vidro, com apenas 35%, seguida da Croácia (56%) e de Portugal (58%).

Uma taxa de 85% de embalagens de papel e cartão foram recicladas na UE, com Portugal a mostrar um desempenho de 70%, o pior entre os países sobre os quais o Eurostat tem informação.

A Finlândia (115%), a Dinamarca (98%), França e a República Checa (94% cada) foram os estados-membros que mais papel e cartão reciclaram em 2016 e Portugal (70%), Polónia (74%) Hungria e Eslovénia (77% cada) a revelarem as piores prestações.

Em 2015, Portugal apresentou uma taxa de 62% de reciclagem de embalagens de papel e cartão (UE 83%) e de 55% nas de vidro (UE 73%).

Por taxa de reciclagem é definida pela quantidade total de resíduos de embalagens reciclados, dividida pela quantidade total de resíduos de embalagens.

 

Ademar Dias

ÚLTIMAS

Há: 1 hora

Há: 2 horas

Há: 3 horas

 

Localização

Rua dos Pelames - Terminal Rodoviário, 1º Andar 8800 Tavira, Portugal

 

 

 

 

 

Contactos

Telefone: +351 281 380 240

Emails:

Geral: horizontealgarve@gmail.com

Secretaria: horizontesecretaria@gmail.com

Redação: horizontenoticias@gmail.com

 
Zircon - This is a contributing Drupal Theme
Design by WeebPal.