N Engenheiros
Rota Omíada desvenda raízes do legado árabe em São Brás de Alportel

O Salão Nobre da Câmara Municipal de São Brás de Alportel acolheu hoje, dia 14 de junho, a Assinatura da Carta de Compromisso para a Rota Omíada do Algarve entre a Câmara Municipal de São Brás de Alportel, a Direção Regional de Cultura do Algarve e a Região de Turismo do Algarve.

Vidreira Louletano

Infiltração Zero

O Salão Nobre da Câmara Municipal de São Brás de Alportel acolheu hoje, dia 14 de junho, a Assinatura da Carta de Compromisso para a Rota Omíada do Algarve entre a Câmara Municipal de São Brás de Alportel, a Direção Regional de Cultura do Algarve e a Região de Turismo do Algarve.

O Projeto Internacional Omayyad percorre o legado que a dinastia árabe Omíada deixou no Mediterrâneo na cultura e no património de sete países: Egipto, Espanha (Andaluzia), Itália, Jordânia, Líbano, Portugal (Algarve) e Tunísia, tendo por objetivo criar um percurso transnacional de turismo cultural designado por Rota Omíada.

Os princípios de defesa do património material e imaterial deste projeto vão ao encontro do trabalho desenvolvido pelo município de São Brás de Alportel com especial expressão desde 2001, mediante a execução de uma estratégia de valorização cultural e turística, que tem como ponto de partida o Centro Explicativo e de Acolhimento da Calçadinha de São Brás de Alportel ou mesmo o Ciclo de Passeios Natureza, na componente de paisagem cultural. É neste âmbito que a ROTA OMÍADA apresenta um relevante contributo, enquanto itinerário turístico-cultural, em que São Brás de Alportel terá mais uma oportunidade para a afirmação do seu património histórico-arqueológico, muito particularmente, a herança islâmica bem presente neste concelho.

Importa sublinhar que São Brás de Alportel tem um vasto Património Imaterial “descendente” da época medieval islâmica, nomeadamente as «marcas», os legados, deixados por esses antepassados nas arqueo-paisagens, sítios arqueológicos inseridos em contextos paisagísticos específicos inseridos por entre os cerros ondulados e ladeados por ribeiras e outros cursos de água caraterísticos; na gastronomia; na toponímia; nas lendas de mouras e mourinhos… entre muitas outras referências.

Esta cerimónia que formaliza a cooperação e integração na Rota Omíada teve início com a breve apresentação do Projeto por Natércia Magalhães, da Direção Regional de Cultura do Algarve e a visualização do vídeo promocional da Rota.

Seguiu-se um período de intervenções iniciado por Desidério Silva, Presidente da Região de Turismo do Algarve e Alexandra Gonçalves, Diretora Regional da Cultura. O Presidente da Câmara Municipal de São Brás de Alportel, Vítor Guerreiro encerrou com uma expetativa de confiança em relação ao Projeto que no seu entender é “uma porta aberta a novas experiências e emoções alcançadas através do contacto direto com o património, com as nossas raízes culturais e histórias. A Rota Omíada é uma forma de valorizar e divulgar esta herança imaterial fortemente enraizada nos nossos usos e costumes e conquistar novos segmentos turísticos” .

Seguiu-se a assinatura da Carta de Compromisso e respetiva leitura que culminou com um momento de degustação de sabores de tradição Omíada.

 

Ademar Dias

ÚLTIMAS

Há: 10 horas

Há: 15 horas

Há: 19 horas

 

Localização

Rua dos Pelames - Terminal Rodoviário, 1º Andar 8800 Tavira, Portugal

 

 

 

 

 

Contactos

Telefone: +351 281 380 240

Emails:

Geral: horizontealgarve@gmail.com

Secretaria: horizontesecretaria@gmail.com

Redação: horizontenoticias@gmail.com

 
Zircon - This is a contributing Drupal Theme
Design by WeebPal.