Rota do Petisco 2021

“Uma Mulher não Chora” junta algumas das melhores vozes femininas da atualidade em Tavira

No âmbito da programação do “Verão em Tavira” realiza-se, neste dia 07 de agosto, pelas 22h00, no Parque do Palácio da Galeria, o projeto de Renato Júnior “Uma Mulher não Chora” com Ana Bacalhau, Joana Amendoeira, Rita Redshoes, Viviane, Patrícia Antunes, Patrícia Silveira, Sofia Escobar e Luanda Cozetti.

O músico, produtor e compositor junta, no mesmo palco, algumas das melhores vozes femininas da atualidade.

Renato Júnior e os seus músicos materializam em palco o álbum “ Uma Mulher Não Chora” que lançou no final do ano passado.

Entre as canções que compôs para este disco e a visita (com arranjos próprios) a alguns temas dos repertórios de cada uma das cantoras, este concerto torna-se único na sua orgânica e apresenta uma dinâmica que não deixa ninguém indiferente.

Durante cerca de hora e meia, as cantoras convidadas desfilam em palco, entrando no universo musical de Renato Júnior, imprimindo, cada uma delas, a sua impressão digital à música do compositor. A partilha é feita, igualmente, em sentido contrário, ou seja, alguns dos temas mais emblemáticos de cada uma das cantoras é trazido para o mundo de Renato Júnior e interpretado com arranjos únicos.

Uma homenagem à verdadeira condição de ser Mulher, no século XXI.

 

Espetáculo: 10 euros

Bilheteiras:

Praça da República: diariamente, entre as 20h00 e as 23h00

Largo frente ao Palácio da Galeria: dias dos espetáculos, entre as 20h00 e as 23h00 (apenas para disponibilização dos ingressos correspondentes ao espetáculo da noite).

Palácio da Galeria: terça-feira a sábado, entre as 10h30 e as 18h45

 

Lotação máxima dos espaços reduzida de acordo com as normas da DGS e os planos de contingências criados para o efeito. Obrigatória a aquisição prévia de ingressos.

 

Classificação etária: maiores de 6 anos. Nos espetáculos com valor de ingresso, as crianças pagam a partir da idade autorizada.

 

Obrigatório usar máscara e cumprir as regras de segurança definidas.

 

Não é obrigatória a apresentação de teste à COVID-19, nem certificado digital, dado que o recinto é ao livre e com capacidade inferior a 1000 lugares.

 

A cultura é segura!

 

 

Ademar Dias

Partilha este artigo

N Engenheiros