N Engenheiros

Faro: Casas das Virtudes já reabriu

A Casa das Virtudes, sediada em Faro, apresentou-se em janeiro de 2020 como um projeto cultural que visa agregar todas as artes, desde o canto, a dança, o teatro, o circo, a música e as artes plásticas.

A missão passa por promover a cultura e os artistas portugueses.

Como é do conhecimento geral, esta situação de pandemia afetou gravemente o sector da cultura, sector que já por si trabalhava e trabalha num regime precário.

À semelhança de outras companhias e salas de espetáculos, a Casa das Virtudes teve necessidade de se reinventar e criar novos desafio e projetos.

A reabertura deste espaço farense deu-se a 10 de junho, com uma programação para toda a família e públicos, desde programação gratuita a um espetáculo que estará em cena até setembro.

Assim, já no dia 12 de junho teve lugar a estreia da nova produção da Casa das Virtudes, “Os Três Virtudes”, um espetáculo de novo circo para toda a família.

Trata-se de uma peça interpretada por Gérald Oliveira, Ricardo Morujo e Jéssica Barreto que conta, pontualmente, com a presença da “Vizinha” Brígida Virtudes.

Ao longo da temporada, está ainda prevista a participação de “Outros Vizinhos”, artistas das mais diversas áreas que serão convidados a integrar o espetáculo.

Pode assistir ao espetáculo às sextas e sábados, pelas 21h30, e aos domingos, às 18h00, até 27 de setembro 2020.

O dia 10 de junho marcou também o início da iniciativa Chapéus em Casa que, das 20h00 às 23h00, promove um serão diferente num ambiente familiar e tranquilo, ao som de música portuguesa, bem como uma atuação por noite, às 21h30 e às 22h30. A entrada será livre e cada artista, no final da atuação, “roda chapéu” e o público contribui com o que achar ser justo.

Esta iniciativa vai decorrer às quartas, quintas e domingos.

Como tal, estão abertas as inscrições para todos os artistas que pretendam participar nesta iniciativa, revertendo para o mesmo o “chapéu” dessa noite.

E a partir de Julho retomam as aulas de acrobacia aérea para adultos, com as turmas muito reduzidas, e com mais horários de aulas, de maneira a conseguir cumprir com as diretrizes da DGS e manter sempre o público em segurança.

A Casa das Virtudes está também a avaliar uma forma segura de voltar com os ateliers de circo para as crianças.

 

Ademar Dias

Partilha este artigo