N Engenheiros

ArQuente está de volta com nova criação “Panóptico”

Desde 2019 que a ArQuente não se fazia apresentar no grande palco do Algarve, o Teatro das Figuras. Veio a pandemia e, mesmo assim, o coletivo da ArQuente quis manter-se ativo e em criação mesmo que à distância e digitalmente.

O acontecimento que assolou o mundo tornou-se numa oportunidade para concretizar uma ideia que há muitos anos o grupo tinha em mente: fazer uma performance que unisse os vários elementos da associação nas suas casas e nos diferentes locais e/ou países de residência.

Assim surge “Panóptico”, em pleno confinamento e através de várias sessões Zoom durante os meses de maio e junho de 2020.

Este é um trabalho sustentado pela constante experimentação, reflexão e testemunhos pessoais oculados e registados pelo recurso das tecnologias, e revestido de uma aproximação distante. Todos são criadores e protagonistas desta história que não se sabe qual o seu final.

 

Sinopse:

A recolha e recriação dos esforços de um coletivo, disperso e enclausurado, no tempo e no espaço, investidos em se cumprirem enquanto criadores.

Evita-se falar sobre o único tema que insiste em contaminar tudo. Em cena, os diálogos umbilicais aparecem agora, depois da chuva, lavados de ridículo.

 

“Panóptico” é um espetáculo que conta com o apoio do Programa de Apoio à Cultura "Ciclo Emergente" uma iniciativa do Município de Faro e do Teatro das Figuras, e do Programa de Apoio à Ação Cultural da Direção Regional de Cultura do Algarve.  

 

Ademar Dias

Partilha este artigo