N Engenheiros

ARS Algarve recorda recomendações e medidas de prevenção para fazer face ao calor

O Departamento de Saúde Pública e Planeamento da ARS Algarve, em articulação com a Direção-Geral da Saúde, no âmbito do Plano de Contingência Saúde Sazonal 2021 – Módulo Verão, reforça o alerta à população e as entidades para seguirem as recomendações para fazer face ao calor, nomeadamente com os grupos que deverão ser alvo de um cuidado especial, tais como as crianças, as pessoas idosas, acamadas, pessoas que vivem isoladas e doentes crónicos.

 

Recomendações para fazer face ao calor:

- Procurar ambientes frescos e arejados ou climatizados;

- Aumentar a ingestão de água ou de sumos de fruta natural sem açúcar e evitar o consumo de bebidas alcoólicas;

- Evitar a exposição direta ao sol, principalmente entre as 11 e as 17 horas;

- Utilizar protetor solar com fator igual ou superior a 30 e renovar a sua aplicação de 2 em 2 horas e após os banhos na praia ou piscina;

- Utilizar roupa solta, opaca e que cubra a maior parte do corpo, chapéu de abas largas e óculos de sol com proteção ultravioleta;

- Evitar atividades que exijam grandes esforços físicos, nomeadamente, desportivas e de lazer no exterior;

- Escolher as horas de menor calor para viajar de carro. Não permanecer dentro de viaturas estacionadas e expostas ao sol;

- Dar atenção especial a grupos mais vulneráveis ao calor, tais como crianças, idosos, doentes crónicos, grávidas, pessoas com mobilidade reduzida, trabalhadores com atividade no exterior, praticantes de atividade física e pessoas isoladas;

- Seguir as recomendações do médico assistente ou do Centro de Atendimento do Serviço Nacional de Saúde (808 24 24 24) no caso de doentes crónicos ou sujeitos a terapêuticas e/ou dietas especificas;

- Assegurar que as crianças consomem frequentemente água ou sumos de fruta natural e que permanecem em ambiente fresco e arejado;

- As crianças com menos de 6 meses não devem estar sujeitas a exposição solar, direta ou indireta;

- Contactar e acompanhar os idosos e outras pessoas que vivam isoladas. Assegurar a sua correta hidratação e permanência em ambiente fresco e arejado;

- Ter cuidados especiais no caso das grávidas: moderar a atividade física, evitar a exposição direta ou indireta ao sol e garantir a ingestão frequente de líquidos.

 

Se persistirem dúvidas, ligue para o Centro de Atendimento do Serviço Nacional de Saúde – 808 24 24 24.

Especial atenção aos idosos que vivem sozinhos. Por não sentirem sede, devem receber atenção redobrada de familiares, amigos ou vizinhos que garantam a ingestão suficiente de líquidos e de arrefecimento corporal.

Mantenha-se atento aos avisos das Autoridades de Saúde, do Instituto do Mar e da Atmosfera e da Autoridade Nacional de Proteção Civil.

Recorde: a desidratação provocada pelo calor leva ao agravamento do estado de saúde dos doentes crónicos (indivíduos com hipertensão arterial, diabetes, problemas cardio-vasculares, respiratórios, hepáticos, alcoolismo, doentes oncológicos, parkinson, alzheimer, obesidade e acamados).

Mais informações em https://www.dgs.pt/documentos-e-publicacoes/plano-de-contingencia-saude-sazonal-modulo-verao-2021-referenciais-pdf.aspx

Materiais de divulgação: https://www.dgs.pt/saude-a-a-z.aspx?v=%3d%3dBAAAAB%2bLCAAAAAAABABLszU0AwArk10aBAAAAA%3d%3d#saude-de-a-a-z/calor/materiais-de-divulgacao

 

Ademar Dias

Partilha este artigo