Rota do Petisco 2021

Artista plástico Júlio Antão regressa a Albufeira com “Terra”

Após 10 anos, Júlio Antão regressa a Albufeira, sua terra natal, com uma exposição de abordagem multidisciplinar, intitulada “Terra”. Vai estar patente na Galeria de Arte Pintor Samora Barros, de 1 a 28 de julho.

Com curadoria de Maria Trindade, esta mostra consta de escultura, assemblage, instalação, fotomontagem e pintura e, segundo o catálogo, há “um cenário perturbador sobre a vida trágica do nosso planeta” e tão depressa “desconcerta” o “estado emocional” do espetador, como de seguida “abre uma fresta de esperança para a humanidade.”

Júlio Antão é natural de Albufeira e para além de pintura e da escultura, explora outras vertentes da arte, como cerâmica, fotografia, design de equipamentos, interiores e publicidade. É membro fundador e Presidente da PAS - Peace and Art Society (Portugal) e membro honorário da Gogyoshi Art Project International (Holanda) bem como co-curador executivo das exposições GAPI em Portugal e Espanha. É ainda presidente honorário no Art Committee of International Culture & Arts Federation (Coreia do Sul) e membro Honorário da Nigde Fine Arts Association (Turquia), tendo sido igualmente membro da ArtNations (Alemanha). Nos últimos anos expôs o seu trabalho em vários países como Portugal, Espanha, Brasil, Bélgica, Holanda, Macedónia, Inglaterra, Irão, República da Coreia, Turquia, México Peru e Cuba. A salientar no seu percurso, os diversos prémios na área da pintura, escultura e fotografia, estando a sua obra representada em diversas coleções, públicas e privadas, nacionais e internacionais.

Concebida durante a pandemia, a exposição “Terra” assinala que o planeta “magnânimo”, encontra-se “exaurido por exploração excessiva dos seus recursos naturais, pelo ser implacável e irresponsável que no sinal vermelho não pára, não escuta, não vê”, mas assinala que quem “pára, escuta e olha… observa, as diversas formas de vida a perecer."

Para ver, de segunda a sexta-feira, entre as 09h30-12H30 e entre as 13h30- 17H30, sob as regras de segurança recomendadas pela Direção-Geral de Saúde.

 

Ademar Dias

Partilha este artigo

N Engenheiros