N Engenheiros

Centro Hospitalar Universitário do Algarve acolhe o projeto Arte pela Saúde

Que impacto tem a arte na promoção da saúde? Que efeito tem a cultura no bem-estar físico e mental? Poderá a arte aliviar a tensão física e emocional?

A Candidatura de Faro a Capital Europeia da Cultura (Faro 2027), em parceria com o Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA) e a Associação 289 desenvolveram o projeto Arte pela Saúde.

O projeto Arte pela Saúde visa promover o bem-estar físico e emocional de todos os profissionais de saúde que, ao longo dos dois últimos anos, estiveram envolvidos no duro combate à pandemia. A iniciativa conta com a participação de cinco artistas plásticos que, até março de 2022, irão expor os seus trabalhos no refeitório do Centro Hospitalar Universitário do Algarve.

Esta mostra coletiva integra, assim, obras de Gustavo Jesus, Milita Doré, Régis Vincent, Fernando Sampaio Amaro e Leandro Marcos, artistas que de forma voluntária e gratuita se juntaram a Faro2027 nesta iniciativa.

O projeto teve início em meados de 2021, com a promoção de conversas entre os artistas da Associação 289 e funcionários do Centro Hospitalar Universitário do Algarve, nomeadamente psicólogos que estiveram responsáveis pelas linhas de apoio psicológico aos profissionais de saúde. Esta fase contou ainda com visitas técnicas ao espaço e reuniões de planeamento de projeto. A primeira exposição teve início a 29 de Novembro do ano passado.

Um dos aspetos mais interessantes do projeto é a possibilidade dada aos profissionais de saúde de interagir com o artista. Através de um QR code instalado nas mesas do refeitório do CHUA, os profissionais de saúde podem enviar uma mensagem ao artista ou de responder a uma questão colocada por este em relação às obras expostas: “a adesão ao projetos tem sido muito positiva e é gratificante ver os artistas receberem mensagens a agradecer pela exposição, a relatar que com este projeto o hospital é um lugar melhor ou mesmo a afirmar que as obras de arte expostas permitiram aliviar a mente”, conta Isadora Justo da Faro2027.

O projeto Arte pela Saúde foi inspirado na iniciativa” Un quadr oal mese: lárte in ospedale" desenvolvida no COVID Hospital OGR ASL, na cidade de Torino, em Itália.

 

 

Agenda e informação sobre os artistas:

 

Gustavo Jesus

29 de novembro a 17 de dezembro 2021

Licenciado em Artes Visuais, pós-graduado em Artes Visuais e performativas e Mestre em Comunicação, Cultura e Artes (estudo da Imagem).

Tem desenvolvido, nos últimos anos, um trabalho como artista plástico em áreas, entre outras, como escultura, pintura, desenho, fotografia, vídeo, instalação ou arte pública o qual se tem refletido em projetos expositivos, de caráter individual ou coletivo que têm acontecido em vários espaços do país.

 

Milita Doré

20 de dezembro 2021 a 11 de janeiro 2022

Natural de Albufeira (1958) vive entre Paris e Cannes até aos 30 anos antes de regressar ao Algarve em 1988.

Expõe desde 2004 e segue as aulas de teoria da estética no Ar.Co em 2009 e os cursos de arte contemporânea do Mobilehome organizados por Numo Faria entre 2009 e 2012. Em 2018 licencia-se em artes visuais na UALG em Faro e integra a associação 289.

O seu trabalho, de forma geral, incide à volta do corpo, presente ou ausente. Interessa-se pela condição humana no seu contexto psicológico, consciente e inconsciente, e utiliza vários meios para se exprimir tal como desenho, pintura, instalação, fotografia, vídeo ou som.

 

Régis Vincent

15 de janeiro a 05 de fevereiro 2021

Iniciou o seu percurso artístico ao entrar para o curso de Artes Visuais da Universidade do Algarve em 2009/2010. Proveniente de uma geração influenciada pelo hip-hop/graffiti a sua evolução neste curso de Artes fez com que começasse a explorar outros meios de expressão visual.

Passando pela pintura e desenho, multimedia e ilustração o artista veio a encontrar a sua linguagem artística em formas orgânicas onde o movimento se repete uma e outra vez imitando os ciclos que se repetem uma e outra vez na Natureza. Nestes trabalhos o artista tenta transpor uma barreira imposta pelo suporte que usa, procurando criar uma ilusão de desenho no espaço, um espaço que se encontra para lá da superfície plana a que se sujeita.

 

Leandro Marcos

08 de fevereiro a 02 de março 2022

Licenciado em Artes Visuais, pela Universidade do Algarve, participou em várias exposições, colectivas e individuais incluindo "(IN)Consciente" no Q Espaço Cultural em Faro, Portugal, "OILGARVE", FARPA LAB, Faro, Portugal, "Ligéni 72, (subs.) formas estranhas", FARPA LAB, Faro, Portugal em 2015, "289 Projecto de Pedro Cabrita Reis", 289 Associação Cultural, Faro, Portugal, "A Ponte", Galeria LAR, Lagos, Portugal em 2019, entre outras.

Foi membro da Policromia Associação Cultural entre 2015 e 2017 e atualmente é membro da 289 Associação Cultural.

 

Fernando Sampaio Amaro

05 de março a 26 de março 2022

Doutorado em História da Arte Moderna e Contemporânea pela Universidade de Lund, Suécia, e foi durante vários anos docente na Licenciatura em Artes Visuais da Universidade do Algarve. Actualmente, Fernando Sampaio Amaro desenvolve o seu trabalho artístico em duas linhas distintas: uma investigação plástico-formal na área da pintura e do desenho, e uma outra na qual utiliza o dispositivo da instalação, de matriz conceptual, onde aborda temáticas do âmbito da Filosofia e da História, entre outras, interpelando e convocando o observador a posicionar-se sobre os assuntos em presença.

 

 

Sobre os parceiros do projeto:

 

Associação 289

A Associação 289 promove a Arte Contemporânea no Algarve mas também em todo o país e estrangeiro. A 289 organiza mostras e exposições; divulga e promove os trabalhos dos seus associados e de outros artistas; realiza workshops, colóquios e debates sobre assuntos relacionados com as Artes Visuais. Com as suas iniciativas pretende sensibilizar a opinião pública para a Arte Contemporânea. Convidamos a que visite o espaço da 289 e as exposições no Sítio das Pontes de Marchil, Faro, Algarve.

Mais informações em: www.289.pt

 

CHUA

O Centro Hospitalar Universitário do Algarve caracteriza-se, no panorama nacional e internacional, como uma das unidades hospitalares de referência no Serviço Nacional de Saúde. Em termos de resposta assistencial, assume a responsabilidade direta pela prestação de cuidados de saúde diferenciados aos 16 concelhos do Algarve, garantindo a segurança da saúde de todos os que habitam ou visitam a região.

Paralelamente, a unidade de saúde algarvia desenvolve um importante trabalho na área da formação contínua dos profissionais de saúde, colaborando ainda, através de vários protocolos, com universidades e cursos nas áreas médicas de enfermagem e das ciências da saúde.

Mais informações em: http://www.chualgarve.min-saude.pt/

 

Faro2027

Faro2027 - Candidatura a Capital Europeia da Cultura não é apenas sobre cultura. Ganhar o título de Capital Europeia da Cultura 2027 significa desenvolvimento a nível económico, ambiental e social. Significa melhorar a vida dos Farenses e dos Algarvios agora e por mais de 10 anos. Para ganhar, este título não temos de mostrar grandes monumentos ou grandes espectáculos. Para ganhar temos de mostrar ao júri que todos estamos envolvidos e que queremos ser Capital Europeia da Cultura. Que todos estamos MARAFADOS para ganhar.

Mais informações em: https://www.faro2027.eu/

 

Ademar Dias

Partilha este artigo