Escultura de Miguel Cheta dá vida ao Calçadão de Quarteira durante 2 meses

“O Sol não divide a Sombra” é o nome do trabalho escultórico do artista Miguel Cheta que, até 19 de setembro, vai estar em exposição no Calçadão de Quarteira (perto da Geladaria Roma).

Diz Salvador Santos sobre esta obra: «’O sol não divide a sombra’ propõe a mesa como o ponto de partida para a integração das várias culturas. A metáfora de um espaço de encontro e partilha.

A escultura, em madeira, vidro, azeite e óleo de palma resulta num dispositivo ótico de apreensão da memória que carrega as ligações afetivas que respondem à vivência do autor e um entendimento do espaço. A cidade, matéria e paisagem, e o espírito do lugar.

Nas raízes da intervenção encontramos um profundo sentido humanista, pela proposta de tolerância, compreensão, partilha e união dos homens em torno dos seus lugares de memória.».

Nascido em Loulé, em 1970, Miguel Cheta é licenciado em Artes Visuais pela Universidade do Algarve e frequentou o MobileHome – escola nómada e experimental de arte contemporânea, dirigida por Nuno Faria em Loulé.

Tem participado em projetos educativos que cruzam o Património ou/e a Educação com o processo artístico, tais como Lugares Mágicos da Direção Regional da Cultura do Algarve, 10X10 da Fundação Calouste Gulbenkian e Arte Vezes Educação da Câmara Municipal de Loulé. Expõe regularmente desde 2001.

A sua obra reflete a “relação de proximidade com o território que ama e habita, este lugar periférico, paradigmático, conhecido por Algarve”.

 

Ademar Dias

Partilha este artigo

N Engenheiros