Rota do Petisco 2021

Faro prepara-se para South Music

Foi revelado, no passado dia 5 de maio, o programa da primeira edição do SOUTH MUSIC que terá lugar nos dias 15 e 16 de junho de 2021, em Faro, cidade candidata a Capital Europeia da Cultura 2027.

O presidente da Câmara de Faro, Rogério Bacalhau, começou por sublinhar que Faro e o Algarve têm assistido ao permanente surgimento de vários projetos musicais, muitos deles com inegável valor artístico. Ciente desta realidade, o Município de Faro, que sempre concedeu particular atenção e apoio à Cultura, nomeadamente durante a pandemia, decidiu criar, em parceria com o Teatro das Figuras e a candidatura de Faro a Capital Europeia da Cultura 2027, o SOUTH MUSIC, um evento que tem por missão principal identificar os músicos (a solo ou em banda) e demais profissionais do setor na região, capacitá-los e formá-los.

Como destacou Paulo Santos, vice-presidente da Câmara de Faro, entre 16 e 30 de abril foram criados 294 perfis em www.southmusic.eu, desde Compositor/a, a Instrumentista, Cantor/a, Autor/a, Produtor/a, Técnico, Agente, Promotor/a, Booker, de músicos e profissionais oriundos de 13 concelhos do Algarve. Esta plataforma recebeu ainda mais de 120 candidaturas, com grande abrangência de géneros musicais - desde o rock, jazz, pop, MPB, hip hop, indie e spoken word -, que cumprem os requisitos estipulados no regulamento, como a apresentação de composições originais e a naturalidade ou residência algarvia. O painel de júri, constituído por Inês Meneses, Rui Miguel Abreu, Fernando Alvim, Gil Silva, Sandra Faria, Renato Júnior, Paulo Silva e Nuno Saraiva, está agora em processo de seleção dos projetos que terão oportunidade de se apresentar em formato showcase aos profissionais da indústria musical presentes no SOUTH MUSIC e que irão frequentar ações de formação preparatórias, em áreas fulcrais para o desenvolvimento do seu percurso artístico.

Gil Silva, director do Teatro das Figuras, destacou o ciclo de conferências, repartidas pelos dois dias e destinadas aos profissionais da indústria musical (através de inscrições prévias) promovidas no SOUTH MUSIC, com um conjunto notável de convidados e moderadores. No Painel dos Embaixadores, Júlio Ferreira e Ricardo Coelho, Dino D’Santiago, Júlio Resende, Viviane, Nuno Guerreiro e Zé Eduardo, músicos com ligações ao Algarve que conseguiram afirmar-se no território nacional e, em alguns casos, internacional, e que serão os hosts do SOUTH MUSIC, irão partilhar a dificuldade em ser músico e viver da música fora dos grandes centros urbanos. Segue-se o Painel das Editoras, em que se traçam cenários sobre o futuro da edição numa altura em que os paradigmas se alteram devido ao efeito conjunto do advento do digital e a pandemia enquanto acelerador, reunindo um painel de convidados que coloca em diálogo editoras multinacionais e independentes, com Paula Homem, Francisco Vasconcelos, José Gomes e Nuno Saraiva. No Painel Direitos de Autor e Conexos, moderado por Tozé; Brito, representantes da SPA, GDA, Audiogest e o músico Nuno Rodrigues dos Glockenwise discutem a substituição das formas tradicionais de receitas por novas plataformas e conteúdos. No Painel O Papel da Imprensa Musical, que conta com Inês Meneses, Vitor Belanciano e Júlio Ferreira (mais convidados a anunciar em breve) partilham-se reflexões sobre a forma como a imprensa musical pode ganhar maior expressão em Portugal e contribuir para a consolidação de músicos e bandas, nomeadamente projetos independentes e distantes dos grandes centros de decisão. O Painel Programar em Português encerra dois dias de conferências com uma conversa entre Luís Ferreira, Vasco Sacramento, João Carvalho, Sandra Faria, Ricardo Bramão e Michal Zolman em que se pretende avaliar a criação de música em Portugal versus o mercado que existe para a acolher.

Após o evento, o SOUTH MUSIC continuará como uma plataforma alojando vídeos, áudios, informações e contactos das bandas participantes, funcionando como um agregador de conteúdos e veículo de comunicação com a indústria musical.

O SOUTH MUSIC é uma iniciativa da Câmara Municipal de Faro, Teatro das Figuras e Faro2027, relevante no processo de candidatura de Faro a Capital Europeia da Cultura, que tem procurado capacitar os agentes culturais. Nesse contexto, o SOUTH MUSIC pretende afirmar-se como um exemplo da forma como o setor cultural e criativo pode ser apoiado e incentivado. É também um modelo de cooperação regional, ao extrapolar as fronteiras do Município de Faro para abrir as candidaturas a todo os músicos e bandas do Algarve. A região tem respondido com o total apoio a este processo de candidatura através do envolvimento, desde a primeira hora, das principais entidades regionais, nomeadamente da AMAL, Universidade do Algarve e Região de Turismo do Algarve que se assumiram como coprodutoras da candidatura mas também da DRCultura, CCDR Algarve e IPDJ que confirmaram o seu interesse colaborativo. Importa ainda referir que o aumento da exportação da criatividade regional (interna e externa) é fundamental para dar a conhecer e expandir a produção cultural algarvia. No contexto específico do SOUTH MUSIC, além dos objetivos centrais da iniciativa, a Faro2027 irá apresentar a iniciativa SOUTH MUSIC Geração Cápsula, que procura chegar a jovens criativos dos 14 aos 18 anos, através de um processo de curadoria que irá permitir lançar uma nova geração de músicos de Faro e do Algarve, com curadoria de Filipe Cabeçadas e Ana Tereza. O South Music tem como parceiros a APEFE, SPA, GDA, Audiogest, AMAEI, Aporfest e a AEAPP - Associação Espectáculo.

Mais informações sobre o projeto em https://southmusic.eu/home e inscrições em https://southmusic.eu/inscricoes ou através do mail info@southmusic.eu.

 

Ademar Dias

Partilha este artigo

N Engenheiros