N Engenheiros

Menos acidentes com vítimas e menos mortes nas estradas até maio

A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) divulgou, esta quinta-feira, o relatório de sinistralidade, fiscalização e contraordenações rodoviárias relativo aos primeiros cinco meses de 2021. Há 9.105 acidentes com vítimas no Continente a registar, dos quais resultaram 108 vítimas mortais, 633 feridos graves e 10.404 feridos leves.

Segundo a Autoridade, estes números, quando comparados com o período homólogo de 2020, denotam uma melhoria na maior parte dos principais indicadores de sinistralidade. Houve "menos 319 acidentes com vítimas (-3,4%), menos 23 vítimas mortais (-17,6%) e menos 568 feridos leves (-5,2%). [Já] os feridos graves aumentaram 1,3% (+8)", revela o relatório enviado às redações.

Se compararmos esta média com a dos primeiros cinco meses dos anteriores cinco anos de 2016 a 2020, destaca-se uma melhoria "superior à verificada quando comparada com o ano anterior: menos 25,8% nos acidentes, menos 36,7% de vítimas mortais, menos 16,1% de feridos graves e menos 29,3% de feridos leves".

A colisão foi o acidente mais frequente (52,5% dos acidentes) e foi responsável por 32,4% das vítimas mortais. Além disso, os despistes representaram 35,2% do total de acidentes e foram responsáveis por 51,9% das vítimas mortais e 43,1% dos feridos graves.

 

Ademar Dias

Partilha este artigo