N Engenheiros

Miguel Ângelo Quarteto passa por Tavira com “Dança dos Desastrados”

Depois do lançamento do álbum “Dança dos Desastrados”, em junho, Miguel Ângelo Quarteto sobe a vários palcos nacionais e internacionais na digressão com o mesmo nome.

O álbum que tem sido aclamado pela crítica vai ser apresentado em Tavira no próximo dia 3 de outubro, no palco do Clube de Tavira, a partir das 19 horas. No dia seguinte há novo concerto, desta vez em Faro, no Clube Farense, com início marcado para as 18 horas. São dois de quase dez concertos que o músico cumpre nesta digressão que conta com o apoio do Programa Garantir Cultura.

Miguel Ângelo Quarteto é um projeto conceituado com músicos de excelência, desde João Guimarães no saxofone alto, Joaquim Rodrigues no piano, Marcos Cavaleiro ou Mário Costa na bateria e Miguel Ângelo no contrabaixo e composição.

O músico conta com uma carreira bastante consolidada no panorama nacional do jazz: em 2016 o álbum “A Vida de X” foi considerado pela revista Jazz.pt, pelo crítico Phil Barnes, na revista All About Jazz e por vários críticos nacionais como um dos melhores discos de Jazz de 2016.

Este ano o álbum “Dança dos Desastrados” foi considerado pela plataforma Bandcamp, um dos melhores dos últimos meses. O crítico Dave Sumner descreve o disco desta forma “Na Dança dos Desastrados, cada nota, cada batida tem uma perspetiva melódica em mente. Isso não é novidade para Miguel Ângelo. O baixista tem o talento de estabelecer diálogos épicos com base na força e fluência das suas declarações melódicas”.

“Dança dos Desastrados” é um álbum baseado em possíveis danças tradicionais, reais ou imaginárias. Esta é a proposta do Quarteto para escutar, sentir e dançar, mesmo para os mais “desastrados”.

Pode ouvir a entrevista a Miguel Ângelo em https://hearthis.at/radiohorizonte/miguel-angelo-quarteto-entrevista/

 

Ademar Dias

Partilha este artigo