N Engenheiros

Município de Albufeira associa-se à iniciativa “A Terra Treme”

A iniciativa intitulada “A Terra Treme”, que vai na 8ª edição, faz parte da Estratégia Nacional de Proteção Civil Preventiva e está programada para ocorrer em simultâneo em todo o território nacional neste dia 5 de novembro, às 11h05, data que coincide com o Dia Mundial de Sensibilização para o Risco de Tsunami.

O objetivo do exercício passa por capacitar os cidadãos para saberem como agir perante um sismo - o que implica que todos conheçam as medidas preventivas e os comportamentos de autoproteção a adotar. O exercício compreende três gestos simples, mas que podem fazer toda a diferença a quem os adotar perante a ocorrência de um sismo. A ação vai decorrer durante um minuto, no qual os participantes, individual ou coletivamente (famílias, escolas, empresas, instituições públicas, privadas ou associativas) executam os “3 gestos que salvam” – BAIXAR, PROTEGER E AGUARDAR, numa jornada nacional que visa unir esforços e potenciar sinergias, de forma a alcançar graus de resiliência, individual e coletiva, cada vez maiores.

Associando-se à iniciativa, o Município de Albufeira convida a população a participar no Exercício “A Terra Treme”, para o que deverá promover a sua inscrição (a nível individual e/ou da empresa ou instituição a que pertence) através do seguinte endereço eletrónico: www.aterratreme.pt.

A Escola Básica nº1 de Albufeira, na Avenida do Ténis, já se inscreveu para participar no exercício “A Terra Treme”, ação que vai contar com a participação do SMPC.

O Município alerta para o facto de “Albufeira ser um território com zonas particularmente sensíveis ao risco sísmico, sendo fundamental estar preparado para saber enfrentar a situação e recuperar dela rapidamente”. Na próxima quinta-feira, dia 5 de novembro, “conheça ou relembre os procedimentos que deve adotar antes, durante e depois de um sismo e organize-se, à sua casa e família, para enfrentar a situação com os comportamentos adequados”, defende o SMPC, que devido ao atual estado de pandemia, sublinha que durante a realização do exercício é obrigatório o cumprimento de todas as recomendações da Direção-Geral de Saúde.

Divulgue a iniciativa junto da sua família, amigos e colegas de trabalho. Porque TODOS SOMOS PROTEÇÃO CIVIL!

 

Ademar Dias

Partilha este artigo