N Engenheiros

População de Portugal cresce em 2020 apesar da Covid-19

A população residente em Portugal aumentou em 2.343 pessoas no ano passado, comparativamente com o ano anterior, atingindo 10.298.252 pessoas. O saldo migratório positivo em 2020 compensou as mortes, que foram agravadas pela Covid-19, de acordo com uma estimativa do Instituto Nacional de Estatística (INE).

Segundo os cálculos do INE, a população residente aumentou em 41.274 pessoas (comparativamente com 44.506 pessoas em 2019) fruto do saldo migratório positivo registado em 2020. Este crescimento “compensou o saldo natural negativo”, que se agravou em 2020 para uma redução de 38.931 pessoas, uma queda superior à de 25.214 pessoas registada no ano anterior.

Os dados do INE indicam que o número de filhos por mulher em idade fértil desceu para 1,40 filhos (1,42 em 2019), em consequência da redução da natalidade verificada em 2020.

Em 2020, o envelhecimento demográfico continuou a acentuar-se. O índice de envelhecimento, que compara a população com 65 e mais anos (população idosa) com a população dos 0 aos 14 anos (população jovem), atingiu o valor de 167,0 idosos por cada 100 jovens (163,2 em 2019).

A idade mediana da população residente em Portugal, que corresponde à idade que divide a população em dois grupos de igual dimensão, passou de 45,5 anos em 2019 para 45,8 anos em 2020. Em 2019, ano mais recente para o qual existem dados comparáveis disponibilizados pelo Eurostat, Portugal tinha a terceira idade mediana mais elevada da União Europeia (UE 27: 43,9 anos).

 

Ademar Dias

Partilha este artigo