N Engenheiros

Remuneração bruta mensal média sobe 3,1% para os 1.227 euros

A remuneração bruta mensal média por trabalhador (posto de trabalho) aumentou 3,1% nos primeiros três meses do ano, em relação ao mesmo período de 2020, para 1.227 euros, de acordo com dados divulgados esta quinta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

A componente regular daquela remuneração aumentou 3,6% e a remuneração base subiu 3,8%, atingindo, respetivamente, 1.106 e 1.041 euros, adianta a agência de estatísticas.

"Em termos reais, tendo como referência a variação do Índice de Preços do Consumidor, os aumentos das remunerações médias por trabalhador foram 2,7%, 3,2% e 3,4%, respetivamente", revela o INE.

Estes resultados, sublinhe-se, dizem respeito a cerca 4,1 milhões de postos de trabalho, correspondentes a beneficiários da Segurança Social e a subscritores da Caixa Geral de Aposentações.

"Comparando o ano de pandemia da Covid-19 com o que o precedeu, a remuneração base mensal média por trabalhador aumentou 3,2% no total da economia (2,7% no ano anterior), 2,3% entre as empresas que recorreram ao lay-off (2,5% no ano anterior) e 4,0% entre as empresas que nunca recorreram ao lay-off (3,8% no ano anterior)", acrescenta ainda o INE.

O número de trabalhadores diminuiu 1,9% (aumentou 3,5% no ano anterior) e o volume de remunerações aumentou 1,3% (6,2% no ano anterior).

 

Ademar Dias

Partilha este artigo