Salários: empresas portuguesas planeiam aumentos de 2,2% em 2022

Os trabalhadores do setor privado português deverão obter aumentos salariais médios de 2,2% em 2022, com o mercado laboral a dar "sinais de fortalecimento após a turbulência causada pela pandemia", de acordo com o mais recente relatório 'Salary Budget Planning Report' da Willis Towers Watson.

"Os empregadores enfrentam sempre grandes desafios quando se trata de remunerações", afirma Sandra Bento, Talent & Reward Associate Director da Willis Towers Watson, em comunicado.

Este aumento previsto representa uma melhoria em relação ao aumento médio de 2,0% registado este ano e, com a inflação de 1,2% projetada para 2022, resulta num aumento em termos reais de 1,0%. O número de empresas que preveem congelar totalmente os salários deve cair dos 9,4% este ano para menos de dois por cento (1,9%) em 2022.

Contudo, "alguns setores planeiam ser mais generosos do que outros". Os aumentos médios em 2022 deverão ser maiores nos setores Hitech, Fintech e Fabrico (aumento de 2,4%), Produtos de Consumo e Retalho (2,3%) e Farmacêutica e Ciências da Saúde (2,2%).

Para este estudo participaram 276 empresas do nosso país.

 

Ademar Dias

Partilha este artigo