N Engenheiros

Serralves expõe obra de Cabrita Reis em Faro

No âmbito da parceria estabelecida com o Município de Faro, a Fundação de Serralves apresenta no Museu Municipal de Faro a exposição “Cabrita: quatro esculturas e um auto-retrato” que se estende por mais dois espaços expositivos da cidade: a Associação 289 e a Galeria Arco.

A apresentação de “Cabrita: quatro esculturas e um auto-retrato”, em Faro, surge no contexto do Programa Nacional de Itinerâncias da Coleção de Serralves, que tem por objetivo tornar o acervo da Fundação acessível a públicos diversificados por todo o país, tendo sido organizada em parceria com o artista e com o Município de Faro.

A exposição “Cabrita: quatro esculturas e um auto-retrato” em Faro apresenta obras da Coleção de Serralves e trabalhos inéditos do artista em três locais distintos da cidade de Faro.

Com reconhecimento internacional consolidado, o trabalho de Cabrita tornou-se crucial para o entendimento da escultura a partir de meados da década de 1980. A presente exposição reúne obras de Pedro Cabrita Reis (Lisboa, 1956) pertencentes à Coleção de Serralves e trabalhos inéditos concebidos pelo artista para esta mostra, que se espraia pela cidade de Faro, abarcando três espaços expositivos: o Museu Municipal de Faro, a Associação 289 e a Galeria Arco.

Com reconhecimento internacional consolidado, o trabalho de Cabrita tornou-se crucial para o entendimento da escultura a partir de meados da década de 1980. A sua complexa obra, caracterizada por um idiossincrático discurso filosófico e poético, engloba uma grande variedade de meios: pintura, escultura, fotografia, desenho e instalações compostas de materiais encontrados e de objetos manufaturados. A utilização de um leque variado de materiais de grande simplicidade, o constante diálogo que mantém com a história da arte, e a combinação de memórias, gestos e ações da vida quotidiana, acentuam o forte ímpeto metafórico das suas criações.

 

Ademar Dias

Partilha este artigo